Páginas

Solidão

Eu estava na janela
Tão triste a soluçar
Dizendo a meu pai
Sem ti não posso ficar

Volte papai para aqui
Sem ti mal posso dormir
Acabe com a solidão
Que habita me coração

Todos dizem que sou homem
Mas criança é o que sou
E agora sem meu pai
Não sei para onde vou

1970, aos onze anos de idade, quando perdi meu pai.

Um comentário:

Marcela disse...

Pai,
Que versinho lindo e triste.
Te amo.
Estou com saudade.